23 abril 2010

Dia da Terra | Comemorar? (Vídeo)

Gaia - Mãe Terra

 

Há um mês escrevi sobre o Dia Mundial da Água, onde fiz um convite a uma reflexão profunda. E hoje não vai ser diferente. Como na imagem acima, que escolhi para ilustrar este artigo, Gaia é a nossa Mãe Terra que carrega-nos em seu ‘ventre’ sagrado, com todo Amor que só uma verdadeira mãe pode ter. Porém, a minha mãe, eu trato com muito amor e respeito. Sou grata a tudo o que ela me ofereceu, fez e ainda faz por mim desde que ‘vim ao mundo’. Hoje sou eu quem cuido dela, e procuro lhe dedicar o mesmo Amor que ela sempre me dedicou incondicionalmente.

A Terra é assim. Nossa Mãe, que mantém e nos sustenta, nos dá o alimento e todos os elementos que necessitamos para viver: o Ar, o Fogo, a Água e a Terra. Mas e nós, o que damos em troca a essa Mãe?! Nós a tratamos com amor incondicional também? Afinal, será que temos o que comemorar?!

Muitas ações vêm sendo difundidas e realizadas, as quais são válidas e necessárias também. Porém, acredito que mais importante e urgente que reciclar embalagens, temos de recilcar nosso interior. Nossa forma de pensar, sentir e agir. Sem uma mudança interna de padrão de comportamento, não conseguiremos levar adiante o trabalho externo.

Para contribuir com a reflexão, quero compartilhar um vídeo maravilhoso e na minha opinião, uma das mais belas canções de Michael Jackson de todos os tempos, premiada em 1995, e que ecoa em vários continentes, por ‘N’ sites e blogs também. Muitos já devem conhecê-lo, mas uma reflexão profunda destas, sempre é tempo de rever, todo dia é dia e nunca foi tão necessário assistí-lo. E por incrível que pareça, nunca foi divulgado na TV aberta, que eu saiba.

Abaixo transcrevi o final do vídeo, que retrata bem nossa situação atual. Leia atentamente, assista e sinceramente espero que emocione-se.

 

EARTH SONG – MICHAEL JACKSON

“O clip Earth Song foi filmado em 04 (quatro) continentes, os quais todos apresentam destruição pelo homem e sua tecnologia.

Locais incluídos:

FLORESTA AMAZÔNICA

Uma grande parte da floresta vista neste vídeo, não mais existe. Foi destinada a total destruição em apenas uma semana após a gravação deste clipe. (As pessoas que aparecem em todo o vídeo, não são atores profissionais, e sim, nativos de cada região citada).

 

CROÁCIA

As cenas em zonas de guerra, são dessa área.

 

TANZÂNIA

As filmagens incluem Masai, em seus próprios vilarejos. Nenhum animal foi machucado para a realização deste vídeo. As cenas do atual mau trato aos animais, foram retiradas de documentários reais. Deve-se ressaltar que enquanto filmávamos, um elefante africano (não mostrado no clipe) foi morto por caçadores a milhas do local de gravação.

 

NEW YORK

As cenas do incêndio florestal foram criadas em um campo ao ar livre, com 06 (seis) acres de tamanho, em Warwick, New York. As cenas deste clipe foram gravadas na mesma semana em que milhares de acres florestais de Long Island e New Jersey foram destruídas propositalmente.”

 

Visite e leia na íntegra:

Earth Song – Michael Jackson 1995 – Tradução

Site oficial do movimento Earth Day

O que é a Carta da Terra

O texto da Carta da Terra

A missão da Iniciativa da Carta da Terra é promover a transição para formas sustentáveis de vida e de uma sociedade global fundamentada em um modelo de ética compartilhada, que inclui o respeito e o cuidado pela comunidade da vida, a integridade ecológica, a democracia e uma cultura de paz. É o ‘saber cuidar”.

earth day Como surgiu o Dia da Terra

O Dia da Terra foi criado pelo senador estadunidense Gaylord Nelson. Em 22 de abril de 1970, o político convocou o que foi considerado o primeiro protesto contra a poluição. De acordo com dados divulgados na época, mais de 20 milhões de pessoas participaram do ato em todos os EUA.

Hoje, o Dia da Terra é celebrado em mais de 190 países, com a participação de cerca de 1 bilhão de pessoas. Porém, apesar de 40 anos em que é comemorado, nunca houve tantos conflitos e desentendimentos entre governos e ongs no mundo todo, como agora.

O problema, é que já não há mais tempo. Cientistas também já confirmam essa realidade. Muitos são os sinais que acontecem aos nossos olhos diariamente: terremotos, maremotos, erupções vulcânicas, chuvas torrenciais, enchentes…

E a humanidade ainda não despertou. Diante da mensagem do vídeo acima, encerro por aqui para não ser redundante. Mas, com o desejo de que todos possamos realizar nossas mudanças internas pois o tempo urge.

(* Este também é um artigo solidário com o Bloggers Unite um portal americano, que reúne blogueiros de todas as partes do mundo, em defesa de questões pacifistas, ambientalistas e humanitárias).

E que nós ainda tenhamos, o que comemorar…

Paz, Amor, Luz, Sabedoria e Discernimento a todos nós. Pois carecemos e muito!

Um beijo no ♥ direto do meu ♥

Gostou? Compartilhe ♥


Print Friendly and PDF

   Sobre a Autora:  

Lucy Sem Fronteiras Lucy Sem Fronteiras +  
Ativista da ‘’Luz’’… uma Cidadã do Mundo, sua religião é o Amor, sua raça é a Humanidade e a Terra é o seu país. Interessada por ativismo, causas espiritualistas, pacifistas, ambientalistas e humanitárias.
Mais ♥ | Facebook | Twitter | Contato

Ou receba as atualizações no seu email:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Comentários
9 Comentários

9

Comentários:

Rui Palmela comentou...

Olá amiga Lucy,

Muito oportuno esse teu artigo sobre o Dia Mundial da Água que deve servir de alerta para pensarmos todos no que estamos fazendo à Mãe Gaia.

Efectivamente é como dizes, não basta reciclarmos embalagens, temos de reciclar nosso interior, nossa forma de pensar, sentir e agir.

Deixo-te por fim um Poema à Mãe Terra que me foi oferecido por uma amiga com quem cheguei a ter muitas conversas sobre o nosso "módus vivendi" neste Planeta que precisa duma grande transformação e uma Nova civilização. Ela abriu sua mente e um dia fez este Poema para mim:

Nosso Pai de grande manto
Que nos olha lá do alto
Agora vê com grande espanto
O que sente a nossa Mãe...


Oh, Mãe Terra!
Quantas vezes vivificas teu fruto
Entre divinas lágrimas e luto
Que o filho ingrato destrói


Mãe, teu coração já dói
Vulcão de Amor e Esperança
Da renovada Aliança
Do que é e do que foi


O Fogo Azul se liberta
E amamenta a Criação
Mas o teu filho tem aberta
A sede da destruição


E sem lamento e sem ira
Unindo a desunião
Até quando, Mãe Terra!
Até quando teu perdão?


Quanto tempo vai correr
P'ra teu filho à Luz voltar
E de seu Pai receber
A chama eterna de amar?


Se este sonho tão sério
De Amor, Paz a Verdade
Ainda é só um Mistério
Para esta Humanidade!

(Ana P. Pinto)


Um abraço do coração

Rui Palmela

Jeana Andréa comentou...

Lucy, minha querida... essa bandeira, tu bem sabes que é a minha também!

Me perdoe a sinceridade mas, fico "louca" da vida de todo ano ver a mesma coisa... Tudo sempre igual... A mídia toda propaga o dia Mundial da Terra como se tivessemos realmente algo a comemorar. Não vou dizer que não temos o que comemorar, temos sim... Mas, em contrapartida, a Terra esta em agonia, todos os reinos pedem ajuda urgente. E apenas nós, ditos "seres humanos" temos em nossas mãos a chance de ajudar a tirar nossa Morada, de seu estado letal de agonia.

Que possamos, como diz Léon Denis:

"(...) honrar Nossos irmãos em evolução:
O Povo de pedra,
O Povo em Pé,
O Povo planta,
Os quatro Patas,
O povo que voa,
O Povo que rasteja,
O povo inseto,
O Povo pequenino,
O povo das águas,
Os Nossos animais domésticos...
Pois,
A alma dorme na pedra...
Sonha no vegetal...
Agita-se no animal...
Toma consciência no homem.
Saibamos então, que não estamos separados,
tudo está interligado...
Gratidão, Gratidão, Gratidão...

Vamos honrar Nosso Pai céu e nossa sagrada Mãe Terra
Com atitudes/Palavras/Pensamentos Verdadeiros...
E que sejamos inteiros..."

De todos os reinos, na minha opinião, o mais necessitado é o reino humano... Os outros reinos estão pagando pela nossa "inconsciência", pois dependem de nós...
Estamos caminhando numa direção:
Destrutiva demais!!!
Perigosa demais!!!
Cruel demais!!!
O sol queima demais...
A fome é demais...
O roubo é demais...
Guerras demais...

Mas... (rsrsrsrsrsrs) enquanto houver vida, ainda que em agonia... Há esperança demais....

“Se soubesse que o mundo se desintegraria amanhã, ainda assim plantaria a minha macieira... O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Temos aprendido a voar com os pássaros, a nadar com os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos.”
(Martin Luther king)

Amei o artigo... Quando fala em questões que envolvem o Planeta Terra, sou a primeira a estar na frente de todos com a bandeira erguida e berrando aos quatro quantos: - Perdoe-nos Senhor ao que fizemos a nós mesmo, mas não vou ficar parada assistindo ao nosso fim!

Bjus em teu coração, meu anjo...
Reverencio-te!!! Sempre, sempre!!! :)

"Ensinai aos vossos filhos, aquilo que ensinamos aos nossos: que a terra é nossa mãe. Dizei a eles que a respeitem, pois tudo que acontecer aterra acontecerá aos filhos da terra, se os homens cospem no chão, eles cospem sobre eles mesmos. Ao menos sabemos isto: a terra não é do homem, o homem pertence a terra. Todas as coisas são dependentes. Não foi o homem quem teceu a teia da vida , ele não passa de um fio dessa teia. Tudo o que fizer para essa teia, estará fazendo a si mesmo".
(Chefe Seattle)

♥ Lucy Sem Fronteiras ♥ comentou...

♥ Olá meu querido amigo de 'além mar',

Que prazer e alegria recebê-lo aqui Rui!!! Ganhei o dia hoje :)))

Sim meu querido, todas as iniciativas e campanhas realizadas em várias partes do mundo, são muito válidas sim, mas somente elas não fazem a diferença. Têm de haver o despertar interno de cada um de nós, uma conscientização, para ocorrer a mudança de dentro para fora.

Nossa Rui, mas que belo presente recebeu de sua amiga, este poema à Mãe Terra! Percebe-se que ela estava muito inspirada quando o compôs.
Eu te agradeço por compartilhar comigo e com meus leitores queridos tb.

Sinta-se acolhido e muito bem vindo sempre!
Tua presença e comentários, enriquecem meu cantinho de amor e paz. Assim como delicio-me ao ler teus artigos tb.

Um beijinho e um abraço fraterno do meu ♥ direto ao teu,
meu amigo tão estimado!

Apareça sempre, a casa tb é tua! :))

Jeana Andréa comentou...

Ixi... esqueci algo importantíssimo...rsrsrsrs
A música Earth Song do Michael é uma das mais belas que ja ouvi nesse sentido e paradoxalmente é uma das mais tristes, pois fala justamente daquilo que defendo: da agonia do Planeta Terra... A terra esta gritando SOCORROOOO, será que ninguem percebe pelas catástrofes que vem ocorrendo? Pelas intempéries que vem assolando o mundo? Será que é dificil compreender o grito desesperado de socorro?

Nessa música, Michael teve uma enorme sensibilidade em perceber isso e para tanto minha querida... tomo a liberdade de transcrever a tradução da música do vídeo que vc postou no artigo:

Earth Song (tradução)
Michael Jackson

CANÇÃO DA TERRA
O que virou do nascer do sol?
E a chuva?
O que virou de tudo
Que você disse que iríamos ganhar?
E os campos de extermínio?
Vamos ter uma descanso?
E o que vai virar de tudo
Que você disse que era meu e teu?
Você já parou pra pensar
Sobre todo o sangue derramado?
Já parou pra pensar
Que a Terra, os mares estão chorando?
Aaaaaaaaah Oooooooooh
Aaaaaaaaah Oooooooooh
O que fizemos com o mundo?
Olhe o que fizemos
E a paz
Que você prometeu a seu único filho?
O que virou dos campos floridos?
Vamos ter um descanso?
O que virou de todos os sonhos
Que você disse serem teus e meus?
Você já parou pra pensar
Sobre todas as crianças mortas com a guerra?
Você já parou para a notícia
Esta chorando Terra, a sua terra chorando
(...)
Eu costumava sonhar
Costumava viajar além das estrelas
Agora já não sei onde estamos
Embora saiba que fomos muitos longe
(...)
O que vai virar do passado?
(E de nós?)
E os mares? (...)
O céu está caindo(...)
Não consigo nem respirar(...)
E a terra sangrando?(...)
Não conseguimos sentir as feridas?(...)
E o valor da natureza?
(ooo, ooo)
É o ventre do nosso planeta(...)
E os animais?(...)
Fizemos de reinados, poeira(...)
E os elefantes?(...)
Perdemos a confiança deles?(...)
E as baleias chorando?(...)
Estamos destruindo os mares(...)
E as florestas?
(ooo, ooo)
Queimadas, apesar dos apelos(...)
E a terra prometida?(...)
Rasgada ao meio pelos dogmas(...)
E o homem comum?(...)
Não podemos libertá-lo?(...)
E as crianças chorando?(...)
Não consegue ouvi-las chorar?(...)
O que fizemos de errado?
(ooo, ooo)
Alguém me fale o porquê(...)
E os bebês?(...)
E os dias?(...)
E toda a alegria?(...)
E o homem?(...)
O homem chorando?(...)
E Abraão?(...)
E a morte de novo?
(ooo, ooo)
A gente se importa?

(Nos importamos realmente???) - grifo meu

Oooo música para nos emocionar, hein?

Big beijoooo em teu coração!

♥ Lucy Sem Fronteiras ♥ comentou...

♥ Olá Jeana minha amiga,

Muito obrigada por tua presença tb e por teu comentário, além do belo poema que vc tb acrescentou a tudo o que já foi dito minha querida!

E muito bem lembrado: o respeito a TODAS as formas de vida, portanto sejam do reino mineral, vegetal ou animal.
Quanto a essa música do Michael, bem, sou suspeita a falar, pois a mim esta é uma das mais lindas, sem contar que é um apelo escancarado que ele fez à humanidade e aos líderes de governo mundiais.

Só é lamentável, que a maior parte de nós ainda não despertou, e quanto a governantes, ainda o que lhes fala mais alto, é o falso 'poder' que acreditam ter e a ganância, que lhes sobe a cabeça.
Porém a responsabilidade para com o mundo que vivemos, é de todos nós.

Mas, ante a reclamar, façamos a nossa parte, em nosso dia a dia, em nosso meio, entre a família, os amigos, vizinhos, a nossa comunidade... façamos a nossa parte...

Muito obrigada mais uma vez minha querida, seja sempre bem vinda tb.

Beijos no ♥ direto do meu ♥

Rui Palmela comentou...

O maior desastre ambiental da história da Humanidade está ocorrendo no século actual com a explosão da plataforma de petróleo no dia 20-4-2010 que está criando a maior maré negra de que há memória no Golfo do México, chegando a vários paises nos EUA que já declaram estado de emergência.

Esta é a loucura dos homens desde há várias décadas que já causaram maior dano à Terra do que todas as civilizações juntas do passado que desapareceram por sua própria degeneração. Esta certamente não será excepção!

Cada vez me lembro mais das palavras dos Profetas e de alguém que dizia: "O homem aumenta o progresso destruindo-se a si próprio"... E está certa esta afirmação.

Resta a esperança de uma grande Transformação aqui na Terra para se dar início a uma Nova Era com uma Nova Civilização. Esta Sociedade consumista e materialista não tem mais futuro e começa a cair (como outras cairam) depois de atingir o auge da DEGRADAÇÃO.

Creio por isso nas palavras de Jesus Cristo que falava de um "Juizo Final" e da separação do 'trigo do joio' para ficarem apenas aqueles que repovoarão a Terra com mais amor e mais verdade no coração.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

♥ Lucy Sem Fronteiras ♥ comentou...

♥ Olá Rui, meu querido amigo de além mar,

Prazer enorme sempre, tê-lo aqui nesta cantinho de amor e paz meu amigo tão estimado!

E sim, que profunda reflexão vc nos deixou aqui Rui. Infelizmente este é sim o maior desastre ambiental da história, sem precedentes.
Pensar que mais de 3,5 milhões de galões de óleo foram lançados ao mar, é algo que nem conseguimos quantificar, a não ser pela tristeza tamanha que dá ao vermos na Tv e na internet, fotos, imagens deste 'acidente, onde os próprios biólogos e defensores da causas ambientais, vêm recomendando o abate em massa das aves e animais que foram afetados.
Justificam que se não morrerem desta forma, irão morrer com as consequências do óleo em seus organismos.

É muitíssimo triste, é lamentável.

E ainda ressalto tuas sábias palavras quando diz que:

..."Esta é a loucura dos homens desde há várias décadas que já causaram maior dano à Terra do que todas as civilizações juntas do passado que desapareceram por sua própria degeneração. Esta certamente não será excepção!"

Bingo! Concordo plenamente contigo meu querido! E mais lamentável ainda, é ver que com tudo o que vêm acontecendo no planeta, muitos, .. a maior parte da humanidade, ainda não tenha se dado conta. É incrível como parecem 'anestesiados' a estes acontecimentos, ficando na inação por completo.

De fato no 'Novo Mundo' que está nascendo, não haverá lugar nem para estas ações, e nem muito menos, para 'quem' as pratica, fruto da ganância pelo poder ('ilusório' diga-se de passagem) que acreditam ter.

Muito obrigada por tua sempre rica presença meu querido.
Beijos desde este lado do oceano, aí em teu coração, direto do meu ♥

E 'pausa para a reflexão"

franciele.gv2011@hotmail.com comentou...

es michael descançe em laz paz sua muesica e las mioles beijos

♥ Lucy Sem Fronteiras ♥ comentou...

@franciele.gv2011@hotmail.com

Olá querida Franciele, seja bem vinda!!

E sim, que Michael consiga realmente descansar em paz, já que tantos se aproveitaram dele em vida, e ainda o fazem mesmo depois de sua partida...

Um abraço fraterno:)

Fico feliz e sou grata com a sua presença!
Compartilhe idéias, comente os artigos, dê sugestões e ajude o blog a crescer. Seu comentário é importante, seja bem vindo!
Leio e respondo por aqui.
Volte para ler, tá ♥ \o/ ♥ e recomende se gostar;)
Aqui todos deverão ser respeitados em suas diferenças.

Obs:
• Se seu comentário não tem relação com este post,
deixe-o no LIVRO DE VISITAS..
• Se preferir enviar um e-mail, visite a página de CONTATO..
• Siga, acompanhe, participe e fale comigo nas REDES SOCIAIS..

Os comentários deste blog são moderados. Mas é sempre um prazer recebê-lo aqui :)

•.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤ Paz e Amor! Beijos no ♥ direto do meu ♥ •.¸¸.•´¯`•.¸¸.¤



Acompanhe Amor e Paz Sem Fronteiras ♥



Junte-se a nós por Amor e Paz ♥



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cidadão Planetário Online

My Ping in TotalPing.com

Contando as Visitas

Comentários Recentes

Licença

Cite sempre a fonte original, inclua o link e não retire os créditos. Todos somos dotados de infinita capacidade criadora. Crie, não copie. Exerça seu poder criador.

www.amorepazsemfronteiras.com

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape Creative Commons License
♥ Amor e Paz Sem Fronteiras ♥ by Lucy Ramos * sob uma Licença Creative Commons